Montevidéu: o que você precisa saber antes da viagem

Aquela imensidão toda que banha Montevidéu é rio e não mar. É surpreendente ver uma cidade banhada pelo Río de la Plata, desde o centro histórico até os bairros residenciais. No primeiro dia, ainda pouco acostumada, perguntei informação para saber de que lado ficava o mar. Claro que me respondiam “Aquí no hay mar, señorita. Solo río.” A água é escura, com ondas e a areia é branca. Acostume-se a pensar que todas as praias de Montevidéu são de rio e os calçadões se chamam ramblas. São símbolos da cidade e vivem cheios durante todo o ano.

Vagareio - Montevidéu 2
Río de la Plata – Montevidéu | Foto Francielli Campiolo

Montevidéu

Em nossa viagem, já fomos sabendo que Montevidéu seria bem menor e mais tranquila que a vizinha Buenos Aires. Era exatamente isso que nos instigava, além de que Eduardo Galeano vivia ali. As duas capitais sul-americanas compartilham, uma de cada lado, as águas do maior estuário do mundo: o Río de la Plata.

Descoberto pelo navegador português, João de Lisboa, em 1514, o Río de la Plata é formado pela junção dos rios Paraná e Uruguai. No ponto de orgiem, o Río de la Plata mede 2 km de largura. Quando as águas começam a ter característica salgada, misturando-se ao Oceano Atlântico, a largura passa para 219 km. No Uruguai, o rio vira mar em Punta del Este.

Se você fizer uma excursão bate-volta de Montevidéu até o balneário, o guia irá informá-lo sobre o momento em que é possível notar as mudanças nas características da água. A experiência é muito interessante.

Outro passeio imperdível é caminhar, pedalar ou descansar pelas ramblas de Montevidéu, que recebem um nome diferente em cada trecho. Por isso, dias ensolarados são indispensáveis para planejar a viagem. São 30 km de calçadão e, se for verão, arrisque-se em um banho de rio, pois as águas são limpas.

Vagareio - Montevidéu 3
Las Ramblas – Montevidéu | Foto Francielli Campiolo

A praia mais movimentada e conhecida é a Pocitos. O nome vem do costume antigo das mulheres de fazer poças na areia para lavar roupa. Essa região é bastante valorizada e ali perto está o maior shopping de Montevidéu, o Punta Carretas.

A cidade tem cerca de 1,3 milhão de habitantes e foi fundada no início do século XVIII. Vá com calma, aproveite os casarões e as praças da Ciudad Vieja. Montevidéu é assim, para aproveitar sem pressa. Não lhe falta nada, há centro histórico, museus, praias, shoppings grandes, mercado público, ótimos restaurantes e hotéis. Por ser considerada uma capital pequena, tudo é de fácil acesso.

No nosso roteiro, estavam 3 noites na cidade. O que é suficiente quando não chove (não foi o nosso caso). Durante todo esse tempo, fiquei tentando entender como é que aquela água toda do Río de la Plata não era mesmo parte do oceano. Agora você já pode ir se preparando.

Vagareio - Montevidéu
Rambla Sur – Ciudad Vieja| Foto Francielli Campiolo

Praias na zona leste, mais próximas ao centro: Pocitos, Malvín, Ramírez, Puertito del Buceo, Buceo, Mulata, Ingleses, Carrasco, Miramar e Honda.

Praias na zona oeste, mais longe do centro: Punta Espinillo, Pajas Blancas, La Colorada, Punta Yeguas, Zabala, Santa Catalina, Nacional e Cerro.

Links úteis

Descubrí Montevideo

Intendencia de Montevideo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s